Dengue chega aos quatro cantos de São Mateus

Postado em 8 de junho de 2019


Dengue chega aos quatro cantos de São Mateus – A dengue chegou aos quatro cantos do município de São Mateus e, embora as autoridades que tratam do assunto procurem evitar divulgação de números, o certo é que na maioria das unidades de saúde dos bairros a procura é constante de pessoas com sintomas da doença, diariamente.

Dengue chega aos quatro cantos de São Mateus

A situação está mais complicada em Guriri. Na Unidade de Saúde do balneário de cada cinco pessoas que procuram atendimento, três são por suspeita da doença.

Moradora da rua 14 do Lado Sul de Guriri, Rita Carrafa desabafou: “Senti a morte de perto”. Relata que essa sensação foi quando procurou a UPA para ser atendida e precisou ser transferida com urgência para o Hospital Roberto Silvares depois de ser diagnosticada com dengue.

Tem sido grande o número de pessoas com suspeita de dengue dando entrada diariamente nas unidades de saúde de São Mateus como os hospitais Roberto Silvares, Meridional e Unidade de Pronto Atendimento (UPA). E grande parte destas pessoas está sendo infectadas pelo mosquito transmissor da doença, no balneário de Guriri.

Apesar dos registros por parte de pessoas que contraíram a doença nos últimos meses e dias, não há informação oficial da quantidade de atendimentos, muito embora a reportagem tenha procurado respostas com a Secretaria Municipal de Saúde e a direção do Hospital Roberto Silvares. “Senti a morte de perto”, disse a moradora da Rua 14 Lado Sul de Guriri, Rita Carrafa dos Santos que teve que ser transferida com urgência da UPA para o Hospital Roberto Silvares depois de ser diagnosticada com dengue.

Quando recebeu alta do hospital para onde foi levada às pressas, segundo contou à reportagem, no dia seguinte precisou internar o marido Edmar Quiquim que teve dengue hemorrágica. “O caso do meu marido foi pior do que o meu, apresar de ter sentido a morte der perto”, contou Rita, informando que conhece mais de sete pessoas na rua que mora em Guriri que já contraíram Dengue este ano.

É em Guriri onde existe grande número de terrenos baldios, próprios para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. A situação não se difere da Zona Rural: a dengue também chegou lá, relatam moradores que pedem para não serem identificadas.

INFORMAÇÕES

O secretário de Saúde de São Mateus Henrique Luiz Folador foi procurado pela reportagem e informou que o município tem feito várias ações nos bairros inclusive com o carro fumacê, mas alertou que a população também precisa fazer sua parte, não deixando água parada e lixo acumulado que possibilitam o criadouro do mosquito transmissor da doença.  Ele não fala de números de pessoas que já contraíram a doença na cidade. “Só podemos nos manifestar depois que o resultado dos exames das amostras são liberadas pelo Lacen (Laboratório Central), em Vitória”, justificou.

Da mesma forma a diretora do Hospital Roberto Silvares Vanete Miguel Timóteo, procurada pela reportagem não deu resposta ao ser questionada sobre quantidade de casos registrados este ano no município. O Hospital Meridional não respondeu aos contatos.

Fanoticias

Deixe sua Opinião:

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe