Deputado Bruno Lamas incendeia militância do PSB, mas Casagrande não assume pré candidatura a reeleição ao Governo

Postado em 27 de março de 2022


Com punhos erguidos, militantes responderam em coro aos gritos de “Renato, Renato, Renato!”, puxados por Bruno Lamas.

Entretanto, governador garantiu em discurso que decisão sobre concorrer a um novo mandato ao Palácio Anchieta só sai em maio ou junho, Coube ao deputado estadual Bruno Lamas, líder do PSB na Assembleia Legislativa, a iniciativa de puxar o coro da militância que lotou ontem o Cerimonial Casa S, em Santa Lúcia, Vitória, em prol da reeleição do governador Renato Casagrande (PSB), mas o chefe do Poder Executivo estadual preferiu adiar mais uma vez a decisão, o que ele disse que será anunciado em maio ou junho.

Deputado Bruno Lamas incendeia militância do PSB, mas Casagrande não assume pré candidatura a reeleição ao Governo

Givaldo Vieira, Deputado Bruno Lamas, Jackqueline Vice Governadora, Governador Renato Casagrande

 

Aos gritos de “Renato, Renato, Renato!”, Bruno foi o primeiro a exaltar a militância, e foi correspondido pela plateia que, com os punhos erguidos, acompanhou o parlamentar, para delírio de quem compareceu ao Congresso Estadual do PSB, marcado ainda pela volta da deputada estadual Janete de Sá, que deixou o PMN e retornou ao ninho socialista, trazendo prefeitos e novos militantes, além da chegada do também parlamentar estadual Luciano Machado, ex-PV.

O Congresso Estadual também foi palco da reeleição do atual presidente da Executiva regional do PSB, Alberto Gavini, e da apresentação das chapas de pré-candidatos a deputado estadual e federal.

Deputado Bruno Lamas incendeia militância do PSB, mas Casagrande não assume pré candidatura a reeleição ao Governo 1

Bruno faz o 40, com a vice-governadora Jacqueline Moraes

 

“Nós estamos com a cabeça erguida, com a consciência em paz. Temos o que conversar com as pessoas nas ruas. Vamos em frente. Depende de nós. Temos uma Assembleia comprometida com a sociedade, sem permitir retrocessos. Cabe aqueles que vão disputar a Câmara Federal contribuir para termos um Congresso para combater a pouca vergonha que a gente assiste por aí a fora. Há pessoas que têm a palavra ódio carimbada no coração. Queremos Casagrande de novo”, discursou Bruno.

Embalada por um jingle da campanha e discursos apaixonados pedindo a reeleição, a militância correspondeu aos apelos de “Fica, Casão”, também entoado pela vice-governadora Jacqueline Moraes, mas nada disso foi suficiente para que Casagrande desse o seu “sim”. O governador adiou mais uma vez a decisão, mas garantiu que o projeto que ele lidera terá candidato ao governo.

“Vocês sabem, eu estou jogando para os meses de maio ou junho, quando decidirei a minha posição, se serei candidato ou não ao governo. Quero agradecer todo o carinho de vocês aqui comigo, mas o Estado, nesse momento, precisa mais de governador do que de candidato a governador”, declarou. Para a militância, a decisão é estratégica.

Deputado Bruno Lamas incendeia militância do PSB, mas Casagrande não assume pré candidatura a reeleição ao Governo

O PSB mostrou força no evento, ao reunir representantes de diversos partidos, dentre eles: os presidentes regionais do PSDB, Vandinho Leite; do Cidadania, Fabrício Gandini; do PV, Fabrício Machado; do PCdoB, Neto Barros; do PDT, Weverson Meireles; e o secretário-geral do PP, Marcos Delmaestro. PT e Podemos, dois aliados, não compareceram.

Deixe sua Opinião:

Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe