Dia do Doador de Sangue: ‘tenho orgulho de ser doadora de vida’

Postado em 22 de novembro de 2021


Dia do Doador de Sangue: ‘tenho orgulho de ser doadora de vida’ 1

 

A professora Rovena Guimarães, de 41 anos, decidiu se tornar uma doadora de sangue no período da pandemia da Covid-19, quando os estoques caíram muito devido à baixa frequência das doações. “Foi umas das coisas mais legais que fiz na minha vida, não senti medo e muito menos dor. A sensação foi incrível! Amei ver aquela bolsa de sangue cheinha e saber que aquele sangue ajudaria e faria a diferença na vida de alguém que estava precisando. Hoje tenho orgulho de ser doadora de sangue e de vida”.

Exemplos como da professora Rovena ganham destaque no dia 25 de novembro, quando é celebrado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. Para marcar a data, a Secretaria da Saúde (Sesa), por meio do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Espírito Santo (Hemoes), realiza ações para homenagear os doadores e estimular novos participantes.

As celebrações terão início nesta segunda-feira (22), às 8 horas, no Hemocentro Coordenador situado na Avenida Marechal Campos, 1468, em Maruípe, Vitoria, com um café da manhã para os doadores. Além disso, às 10 horas, o hemocentro fará a entrega de certificados de “Doador Amigo do Hemoes” aos doadores presentes no Hemoes Vitória. Já nos demais Hemocentros, haverá decoração especial em homenagem aos doadores.

Segundo a diretora geral do Hemoes, Marcela Murad, o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue tem um grande propósito. “O objetivo desta data é agradecer e homenagear a todos os doadores de sangue e conscientizar a população que ainda não doa, sobre a importância deste gesto altruísta e solidário, que torna possível salvar muitas vidas. O Hemoes parabeniza esse gesto de cada doador de sangue, que além da solidariedade e bondade, reflete o amor ao próximo. Muitas vidas são salvas com uma doação”, ressaltou.

 

Quem compartilha, salva vidas

A realização de doações regulares de sangue pode mudar a vida de muitas pessoas. O sentimento de solidariedade pelo próximo e gratificação é o que está mais presente entre os doadores.

A compreensão de que doar sangue é compartilhar e salvar vidas foi o que levou a auxiliar administrativa, Maria Aparecida de Oliveira, de 47 anos, ao Hemoes para realizar sua primeira doação. Segundo ela, ao descobrir que um membro de sua igreja havia sofrido um acidente e precisava de bolsas de sangue, ela decidiu atender ao chamado e realizar o ato de solidariedade.

“Eu não tinha informação a respeito, mas fui lá e consegui doar. A partir daquele momento, eu percebi que não doía, não me causava nenhum dano e o sentimento maravilhoso de saber que um simples gesto de alguns minutos que você fica ali, pode salvar vidas. De lá para cá, de três em três meses, eu faço a doação”, contou a auxiliar.

Aqueles que receberam o gesto de amor ao próximo, se recordam daqueles que compartilharam e doaram seu sangue. Retribuir a solidariedade se tornou uma necessidade para aqueles que receberam uma segunda chance de viver, pela empatia de doadores. E aproveitar cada momento da vida ajudando outras pessoas é o que deixa o paratleta e telefonista auxiliar de regulação médica, Leonardo Mendonça, de 26 anos, imensamente satisfeito.

Aos 19 anos, após sofrer um acidente de trabalho com um triturador de terra, no interior do Estado, Leonardo teve que amputar as pernas. Ele perdeu muito sangue no ocorrido e teve de ser transferido para outro município para receber as bolsas de sangue que salvaram sua vida. Agradecido pelo ato de quem não conheceu, constantemente vai ao Hemoes fazer doações.

“Realizo doação regularmente, porque não penso só em mim, penso que alguém estará precisando. E além disso, só desejo que outras pessoas possam se sentir bem e ter empatia pelo próximo. Quando fazemos algo por alguém o sentimento é de gratidão. Quero incentivar as pessoas a serem doadoras regulares, pois é um prazer enorme, é gratificante demais ir e sair do banco de sangue sorrindo, a energia é muito boa. Sei que Deus tem um propósito na minha vida, e eu, só espero estar cumprindo ajudando o próximo”, contou sorridente.

A vivência de quem precisou repentinamente e recebeu com amor, não sai da memória de receptores de sangue. Ajudar com o estoque de sangue, mantém seguros aqueles que podem precisar de bolsas.

Segundo a instrumentadora cirúrgica Josiele Calente Rosa, de 35 anos, a experiência de receber uma doação não será esquecida. Em 2015, devido a uma cirurgia de Mamoplastia Redutora, ela entrou em uma complicação grave e necessitou de doações.

“Fiquei muito apreensiva, porque sou portadora de anemia. Me cuido, fazendo regularmente acompanhamento médico, e não imaginava que isso pudesse acontecer. Mas, eu fui agraciada por pessoas que amam doar vida, porque doar sangue é doar um pouco da própria vida, e hoje tenho uma enorme gratidão às pessoas que se disponibilizam a serem doadores de sangue”, frisou.

 

Estoque

O estoque de sangue do Hemocentro de Vitória, na sexta-feira (19), contava com 152 bolsas de sangue A+, e 05 bolsas de sangue A-. Já o tipo sanguíneo AB, existem reservados 39 bolsas de AB+, e 06 bolsas de sangue AB-. Quanto ao tipo sanguíneo B, o estoque tem 62 bolsas de B+, e 05 Bolsas de B-. No estoque, também se encontram 108 bolsas de sangue O+ e 03 bolsas de sangue O-.

No Hemocentro de Vitória, a média de bolsas de sangue necessárias para atender às demandas por um período de 04 dias é de:  108 bolsas de sangue A+ e 20 de sangue A-. Para o sangue AB+, o ideal seria de 04 bolsas e AB- também de 04 bolsas. Já para o sangue B+, deveriam estar disponíveis 36 bolsas e para o B-, 08 bolsas. Do sangue O+, seriam necessárias 164 e do O-, 52 bolsas disponíveis.

 

Seja um doador regular de sangue

Qualquer cidadão que sinta o desejo de doar sangue poderá ser tornar um doador regular, desde que esteja em boas condições de saúde. Além disso, existem alguns pré-requisitos para ser um doador de sangue, são eles:

– Ter idade entre 16 e 69 anos, 11 meses e 29 dias (de 16 a 17 anos com autorização do responsável legal);
– A primeira doação de sangue deve ser realizada até os 60 anos, 11 meses e 29 dias.
– Pesar mais de 50 kg;
– O doador não deve doar em jejum;
– Após o almoço, aguardar pelo menos 3 horas;
– Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
– Não ter tido parto ou aborto há menos de 3 meses;
– Não estar grávida ou amamentando;
– Não ter feito tatuagem ou maquiagem definitiva há menos de 12 meses;
– Não ter piercing em cavidade oral ou região genital;
– Não ter feito endoscopia ou colonoscopia há menos de 6 meses;
– Não ter tido febre, infecção bacteriana ou gripe há menos de 15 dias;
– Não ter fator de risco ou histórico de doenças infecciosas, transmissíveis por transfusão (Hepatite após 11 anos, Hepatite B ou C, doença de Chagas, Sífilis, Aids, HIV, HTLV I/II);
– Não ter visitado área endêmica de malária há menos de 1 ano;
– Não ter tido malária;
– Não ter diabetes em uso de insulina ou epilepsia em tratamento;
– Não ter feito uso de medicamentos anti-inflamatórios há menos de 3 dias (nesse caso se a doação for de plaquetas).

 

Intervalos entre as doações

Os intervalos das doações para as mulheres são de 90 dias, podendo ser realizadas até 03 doações no período de 12 meses; e os homens podem doar em intervalo de 60 dias, podendo realizar até 04 doações no período de 12 meses.

 

Onde doar

Para a realização da doação de sangue, o cidadão pode entrar em contato ou se dirigir aos endereços dos Hemocentros abaixo:

Hemocentro Coordenador (Hemoes Vitória)
Avenida Marechal Campos, 1468, Maruípe, Vitoria ES
CEP: 29.047-105
Tel.: (27) 3636-7920 | (27) 3636-7942 | (27) 3636-7921
E-mail: [email protected]
Horário Administrativo: Segunda-feira a sexta-feira das 07h às 17h.
Doações: Todos os dias, incluindo sábados, domingos e feriados das 07h às 18h20.

Hemocentro Regional de Colatina
Rua Cassiano Castelo S/N, Centro, Colatina (Em frente ao Hospital Silvio Ávidos)
CEP: 29.700-060
Tel.:  (27) 3717-2810 | (27) 3717-2800
E-mail: [email protected]
Horário Administrativo: Segunda-feira a sexta-feira 07h às 16h.
Doações: Segunda-feira a sexta-feira, das 07h às 15h20.

Hemocentro Regional de Linhares
Avenida João Felipe Calmon, n°1305, Centro, Linhares (Ao lado do Hospital Rio Doce)
CEP: 29.900-010
Tel. (27) 3264-6000 | (27) 3264-6019
E-mail: [email protected]
Horário Administrativo: Segunda-feira a sexta-feira 07h às 16h.
Doações Segunda-feira à sexta-feira, das 07h às 12h e das 13h às 15h20.

Hemocentro Regional de São Mateus
Av. Othovarino Duarte Santos km 02 S/N, Res. Park Washington-São Mateus/ ES
CEP: 29.938-015
Tel. (27) 3767-7954 | (27) 3767-7960
E-mail: [email protected]
Horário Administrativo: Segunda-feira a sexta-feira 07h às 16h.
Doações: Segunda-feira a sexta-feira, das 07h às 15h20.


Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe