Empresa especializada em ovos anuncia investimento no Espírito Santo

Postado em 2 de dezembro de 2021


Empresa especializada em ovos anuncia investimento no Espírito Santo 1
Investimento vai gerar 33 empregos diretos em nova fábrica – Imagem/Netto Alimentos 

 

A fábrica paulista Netto Alimentos anunciou, nesta terça-feira (30), a implantação de unidade industrial para fabricação de ovos pasteurizados líquidos, desidratados e blends especiais, em Santa Maria de Jetibá, na microrregião Central Serrana do Estado. O investimento é da ordem de R$ 9,6 milhões. A estimativa é de que sejam criados 33 empregos diretos, associados ao crescimento da economia na região.

A empresa atua no mercado desde 2000 e possui linhas de produtos Cage Free e Caipira, desenvolvidas a partir de matéria prima fornecida por granjas certificadas. A Netto Alimentos tem duas unidades de produção no estado de São Paulo, além do projeto de instalação da terceira unidade, em Santa Maria de Jetibá, que seguirá o mesmo padrão industrial e de qualidade das demais.

Serão utilizados equipamentos importados e nacionais na industrialização. Nas unidades são processados ovo integral, clara de ovo e gema de ovo pasteurizados resfriados, congelados e desidratados, além de blends específicos solicitados por grandes empresas.

A empresa tem o objetivo de ser referência no segmento com foco na segurança e qualidade dos produtos, buscando a excelência para atender às necessidades e expectativas dos mercados.

Para o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, a região escolhida pela empresa tem grande potencial de crescimento e que a expectativa é de geração de mais oportunidades para os capixabas.

“Somos um Estado pequeno, mas próspero e cheio de oportunidades. Não é à toa que temos excelentes indicadores, como a Nota A no Tesouro Nacional, a melhor avaliação do Ensino Médio do País, além de incentivos fiscais e tributários atraentes, segurança jurídica e boa relação institucional. Sob orientação do governador Renato Casagrande, estamos empenhados no trabalho de promover o desenvolvimento em todas as regiões capixabas por meio da prospecção ativa de novos investimentos e da desburocratização”, destacou Hoffmann.

O secretário de Inovação e Desenvolvimento reforçou que o Estado tem uma política de incentivos fiscais, pautada no Invest-ES e no Compete-ES. “Os instrumentos são importantes para investidores que têm projetos de modernização e expansão com foco na sustentabilidade e no desenvolvimento social. Somente neste ano, fizemos contato com 400 empresas presentes no mercado nacional e internacional. Por isso, organizações de diversos segmentos se interessam em vir para o Estado, se estabelecer e buscar ampliar negócios”, completou.

O diretor da Netto Alimentos, Ricardo Netto afirmou que o Estado foi escolhido pois a região de Santa Maria de Jetibá é a segunda maior produtora de ovos do país. “Não existe lugar melhor para se ter uma indústria de processamento de ovo e gerar desenvolvimento, riqueza e ser competitivo tanto no mercado nacional como internacional. O Espírito Santo devido a sua posição geográfica facilitará o atendimento ao mercado do Nordeste, do Sudeste e do Sul do país, assim é estratégico. Outra questão observada é a exportação a partir do Porto de Vitória que é concorrente de Santos e é propício. Temos duas unidades em São Paulo e a terceira no Estado do Espírito Santo já começa a operar, e em 2022 e 2023, vamos trabalhar e expandir empregos”, Ricardo Netto.

Invest-ES

O Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES), regulado atualmente pela Lei nº 10.550/2016, é um instrumento de política pública eficaz, eficiente e efetivo, que tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo.

Também se propõe a estimular a realização de investimentos, a implantação e a utilização de armazéns e infraestruturas logísticas existentes, a renovação tecnológica das estruturas produtivas, otimização da atividade de importação de mercadorias e bens, e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

 


Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe