error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe

Feira dos Municípios: mais de 800 doses de vacinas aplicadas nos dias de evento


Feira dos Municípios: mais de 800 doses de vacinas aplicadas nos dias de evento 1
Além da vacinação, a Saúde também esteve presente no evento realizando testagens para a detecção de doenças. Foto/es.gov

 

Os dias de realização da Feira dos Municípios marcaram também o cuidado com a saúde dos capixabas. O evento, que aconteceu no Pavilhão de Carapina, na Serra, entre a última quinta-feira (06) e o domingo (09), foi o espaço oportuno para colocar a vacinação em dia. Com ações de vacinação, a Secretaria da Saúde (Sesa) contabilizou 854 doses aplicadas, entre rotina, Covid-19, influenza e de poliomielite. A ação de vacinação aconteceu em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde da Serra.

Além da vacinação, a Saúde estava presente também realizando testagens para a detecção de doenças. Foram feitos 140 testes rápidos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’S), Sífilis, HIV, Hepatite B e C, e 11 para a Covid-19, todos negativos. Também foram distribuídos à população preservativos e material informativo relativos à prevenção dessas doenças.

O secretário de Estado da Saúde, Miguel Duarte, pontuou a importância de eventos que atraem grande público ter espaços dedicados ao cuidado e à saúde da população, em especial para a conscientização.

“É uma forma de mostrar à população que a imunização por meio de vacinas é garantia para evitar o acometimento de doenças quando se mantém em dia a carteira de vacinação, assim como as testagens de IST’S. A ação do estande do Caça Dengue também atraiu um público muito bom que teve a oportunidade de conhecer os jogos do aplicativo, onde o objetivo é a prevenção contra o mosquito Aedes aegypti”, ressaltou o secretário Miguel Duarte.

Em consonância com o secretário, o gerente de Vigilância em Saúde da Sesa, Juliano Mosa Mação, destacou também a facilitação ao acesso da população em eventos. “Essas ações em eventos com grande circulação de pessoas realmente facilitam muito o acesso da população a serviços de saúde, promovendo a educação e a conscientização quanto a importância da vacinação e da detecção precoce e tratamento de Sífilis, HIV, Hepatite B e C, além da Covid-19”, destacou Mação.

 

Carteira de vacinação atualizada

Lupa Batista Gomes explicou que, desde o ano passado, visita a Feira dos Municípios. “É aquele momento mãe e filha e, desta vez, quando visualizamos o estande da vacinação resolvemos ver se estávamos com a carteira atualizada. Desde pequena minha mãe é muito atenta a isso e eu mantenho essa conscientização. Eu vi que no meu ciclo estava faltando a Influenza e tomei. As pessoas precisam entender que a vacinação é uma proteção única contra várias doenças”, disse.

Ela também gostou muito do espaço do Caça Dengue para tirar informações sobre o mosquito. “Todos podem ajudar na prevenção. Eu pelo menos me lembro bem quando criança no quintal de casa de pular nas poças de água e colocar os recipientes com a boca para baixo para evitar os focos do Aedes aegypti”, contou.

Juliano Boldrini veio de Nova Venécia visitar o local e também aproveitou para atualizar a carteira de vacinação. “Eu e meu irmão gostamos muito dos expositores, está tudo bonito, com muitas atrações interessantes. Aproveitamos, então, para colocar em dia nossas vacinas de Covid-19 e Influenza”, disse.

 

União contra o mosquito da Dengue

O estande do Caça Dengue, que recebeu muitas crianças, adolescentes e adultos, permitiu uma vivência completa sobre o mosquito de forma lúdica, educativa e preventiva, apresentando os conceitos básicos da doença, os sintomas e a importância de eliminar os focos.

O diretor-geral do ICEPi, Fabiano Ribeiro dos Santos, destacou que apresentar o Caça Dengue em eventos é fundamental. “É essencial essa ação do instituto para o entendimento de que a prevenção e o combate ao mosquito Aedes aegypti de forma cotidiana é uma importante estratégia para enfrentar a dengue. O jogo veio como uma solução inovadora nesse processo, principalmente, porque entra nas escolas explicando para as crianças e adolescentes, de forma lúdica, a compreensão do ciclo da doença. Com isso, a informação também chega às famílias”, frisou.

“A ação de instalação do estande do Caça Dengue na Feira dos Municípios demonstra ser uma iniciativa valiosa e impactante, aproveitando a grande concentração de visitantes para promover a conscientização, a educação e o engajamento comunitário na luta contra a dengue. Cerca de 5 mil pessoas se interessaram em conhecer o aplicativo e vivenciar uma experiência por meio dos vários jogos ofertados, inclusive com o uso dos óculos de realidade virtual para pessoas a partir de 8 anos”, pontuou Luciane Marinho, coordenadora do Projeto de Desenvolvimento de Tecnologias da Informação e Comunicação e Estímulo à Inovação Aplicadas à Saúde (PROTICSUS).

O Caça Dengue é composto por minijogos, como “Jogo da Memória”, “Quebra-Cabeça”, “Limpe o Parque” e “Coleta Seletiva”. Ele é gratuito e está disponível para baixar no sistema Android e iOS e também em computadores pelo site: 


error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe