Golpe da novinha: criminosos se passam por mulheres para extorquir pela internet

Postado em 4 de outubro de 2022


Um comerciante de Vila Velha foi vítima de um golpe após trocar mensagens e fotos com uma mulher pelo Instagram e pelo WhatsApp. Após a conversa, ele recebeu a ligação de um suposto delegado de São Paulo que o indiciou por abuso de menores. O falso delegado pedia uma quantia em dinheiro para que não fosse feita a prisão.

Conhecido como “golpe da novinha”, esse tipo de situação tem ocorrido com cada vez mais frequência por conta da facilidade de contato que as redes sociais proporcionam.

Orientações

Síderson Vitorino, advogado criminalista que assessorou o comerciante, conta que seu cliente entrou em contato assustado acreditando que contra ele pesava um mandado de prisão.

“Ele estava assustado, dizia a todo o momento que não sabia que era uma menina com quem estava conversando. Até que o alertei que se tratava de um golpe muito comum praticado pelas redes sociais”, afirmou.

O advogado afirma que o artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente prescreve pena de até quatro anos para quem armazena pornografia infantil. “Por isso, orientei meu cliente para que apagasse imediatamente as fotos que ele tinha recebido dos golpistas”, explicou.

Para quem cair nesse tipo de golpe, o indicado é procurar a polícia para fazer um boletim de ocorrência.

Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe