er

Governo Bolsonaro compra 98 blindados italianos por R$ 5 bilhões

Postado em 28 de novembro de 2022


Governo Bolsonaro compra 98 blindados italianos por R$ 5 bilhões. O governo de Jair Messias Bolsonaro (PL),  anunciou a compra de 98 blindados com canhões a um custo de 900 milhões de euros (R$ 5,07 bilhões).

Segundo informações do site Uol, O contrato deve ser assinado até o dia  5 de dezembro, faltando menos de um mês para o fim do governo de Jair Bolsonaro (PL).  veículos são produzidos pelo consórcio italiano CIO (Oto Melara) —formado por Iveco e Leonardo.






Chamados de Centauro 2, com peso de 30 toneladas, consegue atingir uma velocidade de 105 km/h em pistas pavimentadas, conforme a ficha técnica apresentada pela empresa. O motor com mais de 720 cavalos que, segundo a fabricante, oferece “desempenhos inigualáveis em termos de velocidade e aceleração”. O veículo tem autonomia de percorrer até 800 quilômetros em uma velocidade de 70 km/h.

Centauro2, tem tração nas rodas 8×8, que precisa ser acionado por um sistema manual, conforme o site especializado Defesa Net. A quarta roda, ainda segundo a publicação, pode também funcionar com um ângulo bem menor que as duas dianteiras, quando o veículo necessita fazer manobras em locais estreitos, e com velocidade inferior a 20 km/h.





O consórcio fabricante informou, uma série de sistemas —como o controle digital da pressão dos pneus e a nova suspensão— permitem que o blindado se desvencilhe de qualquer tipo de terreno.

Governo Bolsonaro compra 98 blindados italianos por R$ 5 bilhões

Com canhão de 120 mm, o Centauro 2 tem blindagem balística superior a outros modelos, ainda conforme a CIO. As melhorias no casco e na torre, entre outros itens, permitem que o veículo seja capaz de lidar com ameaças como minas, IEDs (Improvised Explosive Device, na tradução Dispositivo Explosivo Improvisado) e as munições cinéticas de última geração.






O veículo tem capacidade para transportar três pessoas – o comandante, o artilheiro e o carregador. A fabricante observa que a segurança da tripulação foi aumentada, com uma melhor distribuição de munição de reserva e estoques dentro do casco, além dos sistemas de combate a incêndio e antiexplosão de última geração.

A torreta, onde fica a tripulação, foi equipada com novos assentos antiminas. As reservas de munição no casco são automatizadas, assim como o novo sistema de carregamento na torre.





Uol/Norte Notícias






Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe