Homens dizem ser “exterminadores de nóia” e atiram contra três no ES

Postado em 13 de junho de 2019


Homens dizem ser “exterminadores de nóia” e atiram contra três no ES

Homens dizem ser "exterminadores de nóia" e atiram contra três no ES

Homens dizem ser “exterminadores de nóia” e atiram contra três no ES

Três moradores em situação de rua ficaram feridos após uma dupla, de carro, chegar atirando em uma rua na Vila Rubim, em Vitória, na madrugada desta quinta-feira (13). É o terceiro caso de tiros disparados na região só esta semana. Os atiradores, dois homens, ainda gritaram “exterminadores de nóia” antes de disparar contra as vítimas. A Rua Construtor Vitorino Teixeira, onde aconteceu o crime, é frequentada por usuários de drogas, principalmente por quem consome crack.

Segundo a Polícia Civil, os criminosos chegaram de carro e atiraram sem alvo fixo. Uma mulher de 43 anos foi internada com um tiro no pescoço. Um homem foi atingido por três tiros nas costas. Não há informações do estado de saúde dos dois. A reportagem do Gazeta Online esteve no local e, segundo testemunhas, uma segunda mulher foi baleada no pé. Mas não há informações sobre ela, já que ainda não buscou atendimento no hospital.

Havia cerca de 40 pessoas no local do crime, segundo testemunhas entre usuários de drogas e traficantes. Quem presenciou a situação contou que por volta da meia-noite tiros foram ouvidos em morros na região da Vila Rubim.

Quando estavam dormindo, os homens chegaram no local atirando, no final da rua, parando o carro no sentido Santo Antônio da via. Não se sabe se havia outras pessoas dentro do veículo em que os bandidos estavam.

Com informações de Mayra Bandeira

TERCEIRO CASO 

É o terceiro caso de tiros na Vila Rubim nesta semana. Nesta quarta-feira (13) um tiroteio assustou moradores e comerciantes da região da Vila Rubim, em Vitória, no final da manhã desta quarta-feira (12). Pouco antes das 11h30, dois homens chegaram de bicicleta atirando. Ainda não há informação de quem seria o alvo, mas pelo menos uma pessoa ficou ferida.

De acordo com informações de comerciantes da região, o mercado estava cheio no momento dos disparos e as pessoas tiveram que se esconder. O ponto de ônibus também tinha muitos passageiros aguardando, na Rua Pedro Nolasco.

No momento da chegada da equipe da reportagem da TV Gazeta no local do crime, muitas viaturas já faziam o patrulhamento, mas ninguém foi encontrado. Na Vila Rubim há um destacamento da Polícia Militar próximo ao local onde aconteceram os disparos.

A troca de tiros durou cerca de 15 minutos. Um beco onde, segundo testemunhas, ficam usuários de drogas e traficantes, estava com várias marcas de tiros nas portas de aço e nas paredes.

Segundo informações de testemunhas, os homens que atiraram foram em direção à Rodoviária, mas ainda não foram localizados. Uma pessoa, que ficou ferida, fugiu. A PM acredita que seja um criminoso também, pois não permaneceu no local do crime. A Polícia Civil vai investigar o caso.

OUTRO TIROTEIO E MORTE

De madrugada, uma outra troca de tiros chamou a atenção de moradores da Vila Rubim. O tiroteio aconteceu no mesmo beco da troca de tiros do final da manhã. Carlos Douglas da Silva, de 34 anos, foi assassinado. Outra pessoa ficou ferida e foi levada para a Santa Casa de Misericórdia, onde permanece internada. O local onde ele foi morto ficou com várias marcas de tiros.

Segundo testemunhas, por volta das duas horas da madrugada começou uma intensa troca de tiros em bairros da região da Vila Rubim. Depois os bandidos chegaram em um praça, onde ficam muitos traficantes e usuários de drogas. O outro homem também foi atingido, mas foi levado para o Hospital.

Gazetaonline

Deixe sua Opinião:

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe