error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe

Início do inverno: EDP reforça dicas para economia de energia ao usar o chuveiro elétrico


Com a chegada do inverno, as temperaturas começam a cair e, com isso, alguns hábitos domésticos de consumo de energia tendem a alterar. A principal mudança, que pode impactar na fatura, é o uso frequente do chuveiro elétrico. A EDP, distribuidora de energia do Espírito Santo, reforça algumas dicas para que a utilização do equipamento, conhecido por ser um vilão de energia nas casas, não represente um aumento significante na conta de luz.

O chuveiro elétrico pode representar de 25% a 35% do consumo total de uma residência. Por exemplo, em uma família de quatro pessoas, em que cada uma leva 7 a 8 minutos no banho, podemos obter uma média diária de cerca de 30 minutos de uso do chuveiro. Considerando o consumo do equipamento de 5,5 kWh por dia, o consumo de energia só para o equipamento será de cerca de 82 kWh no mês, o que representaria o acréscimo médio na conta de energia de R$ 60,00 (sem considerar impostos e adicionais de bandeira tarifária).

O equipamento gasta muita energia porque precisa aquecer a água. Para isso, ele usa uma resistência elétrica, que transforma a energia elétrica em calor. O calor produzido pela resistência é, então, transferido para a água.

Como nos dias mais gelados as pessoas costumam aumentar o tempo no banho e usar o chuveiro no modo inverno, uma opção é manter a regulagem do chuveiro na posição verão, que consome cerca de 30% menos energia, abrir menos o registro tendo uma menor caída de água e controlar o tempo. Essa estratégia representa uma dupla economia, tanto da energia quanto da água usada no banho. Os cuidados devem se estender a outros equipamentos que usam resistência elétrica, como secadores e aquecedores, por exemplo.

“É necessário conscientizar todos da família sobre a importância da economia de energia por meio de hábitos simples, como reduzir o jato do chuveiro, o optar por um equipamento de menor potência que consegue aquecer o suficiente. Além disso, podem ser adotadas outras medidas como desligar luzes desnecessárias, não deixar aparelhos na tomada e utilizar a energia de forma consciente no dia a dia”, orienta o gestor da EDP, Adilson Herzog.

As orientações para garantir o uso racional da energia podem começam antes mesmo da escolha do modelo do chuveiro. Isso porque a potência do equipamento está diretamente relacionada ao investimento nas instalações elétricas da residência, uma vez que, quanto maior a potência do chuveiro, mais elevado será o consumo de energia e, consequentemente, maior deverá ser a capacidade dos fios e do disjuntor do circuito.

O gestor da EDP orienta ainda que se na hora do banho o consumidor identificar algum cheiro de queimado, isso pode indicar aquecimento em uma conexão mal feita. “Desligue o chuveiro imediatamente e chame um eletricista para promover os reparos”, alerta.

Confira mais dicas para economizar energia durante o inverno:

  • Aproveite a luz natural: abra as cortinas e persianas durante o dia para permitir a entrada de luz solar e calor. Isso ajudará a iluminar e aquecer o ambiente sem a necessidade de usar energia elétrica.

  • Uso eficiente da iluminação: substitua as lâmpadas incandescentes por lâmpadas de LED, que são mais eficientes e consomem menos energia. Além disso, lembre-se de apagar as luzes sempre que sair de um cômodo e aproveite a luz natural o máximo possível.

  • Controle o uso da água quente: reduza o tempo de banho e ajuste a temperatura do chuveiro elétrico. Com um inverno menos frio, uma opção é manter a chave do chuveiro na posição verão, diminuir a vazão da água e tomar banhos no período diurno, além de controlar o tempo – entre cinco e oito minutos, no máximo.

  • Saiu do banho e precisa usar o secador? Busque enxugar bem o cabelo com uma toalha antes de usar o aparelho. Quanto menos tempo de utilização, melhor.

  • Lavar roupas e louças: use a máquina de lavar roupas e louças com cargas cheias para otimizar o uso de água e energia. Evite ainda o uso de secadoras.

  • Na hora de passar as roupas: faça o serviço de uma só vez e separe os itens de acordo com o tipo de tecido. Peças mais delicadas podem ser passadas logo no início, quando a temperatura está em elevação, ou no final, com o ferro já desligado, aproveitando o calor residual.

  • Desligue aparelhos em standby: muitos aparelhos eletrônicos consomem energia mesmo quando estão em modo de espera (standby). Desligue completamente esses dispositivos quando não estiverem em uso para evitar o consumo desnecessário de energia.

  • Aparelhos eficientes: Opte por eletrodomésticos com classificação de eficiência energética mais alta, como os com selo Procel. Eles consomem menos energia em comparação com modelos menos eficientes.


error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe