Médicos do Samu pedem demissão em São Mateus, Nova Venécia e Montanha

Postado em 21 de novembro de 2022


Médicos do Samu pedem demissão em São Mateus, Nova Venécia e Montanha. Médicos que trabalham na Unidade de Suporte Avançado (USA) das bases do SAMU nas cidades de São Mateus, Nova Veneza e Montanha, anunciaram pedido de demissão coletiva nesta segunda-feira (21), devido ao atraso no pagamento de salários, refere-se aos salários de setembro e outubro deste ano. Na última sexta-feira (18), com exceção da classe médica, apenas os demais funcionários receberam salários.

Os profissionais são contratados pelo Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania e Saúde, uma Organização Social (OS) denominada Avante Social. A empresa fechou contrato com o Consórcio Público da Região Norte do Espírito Santo (CIM-Norte), presidido pelo prefeito de Pinheiros, Arnóbio Pinheiro, para gerir o Samu na região, que inclui Água Doce do Norte, Barra de São Francisco , Boa Esperança, Conceição da Barra, Ecoporanga, Jaguaré, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, São Mateus e Vila Pavão.




A reportagem do portal A Parresia demandou posicionamento da Avante, do CIM-Norte e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) frente a esse pedido de saída em massa dos médicos que atendem as bases do Samu de São Mateus, Nova Venécia e Montanha. Este texto será atualizado quando houver retorno.

Com informações portal: A Parresia




 

LEIA TAMBÉM: 

Montanha, Pinheiros, Linhares e 54 cidades recebem alerta de chuvas e ventos intensos


Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe