Nova Venécia poderá ter rota turística

Postado em 10 de junho de 2022


Nova Venécia poderá ter rota turística 1
A APA já conta com ações de infraestrutura, entre elas uma trilha que dá acesso ao topo da Pedra do Elefante. Foto: Iema

 

Considerado o maior símbolo do município de Nova Venécia, a Área de Proteção Ambiental (APA) da Pedra do Elefante pode ganhar uma rota turística e cultural. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) 203/2022, de autoria do deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB), em tramitação na Assembleia Legislativa (Ales). A proposta passará pelo crivo das comissões de Justiça, Turismo e Finanças antes de ser votada no Plenário.

A iniciativa abrange um trecho de 8 quilômetros ao redor da formação rochosa, que tem 604 metros de altura, para que turistas possam caminhar e desfrutar das belezas paisagísticas do local.

Mãe Peregrina 

A APA já conta com ações de infraestrutura, entre elas uma trilha que dá acesso ao topo da Pedra do Elefante, de onde é possível ter uma visão horizontal dos afloramentos rochosos da região e da cidade de Nova Venécia, localizada a 250 quilômetros de Vitória, no norte capixaba.

O deputado destaca, no projeto, que a reserva ambiental conta ainda com uma gameleira de 5 metros de diâmetro, que atrai curiosos e fiéis católicos desde que foi relatada uma aparição da Santa Mãe Peregrina no local.  Os fiéis instalaram um santuário dedicado à santa, que é acessado pelos visitantes por uma escada de 365 degraus.

Tombamento

No texto da proposta, Mameri cita que a APA da Pedra do Elefante foi criada pelo Decreto Estadual 794-R e que o patrimônio geológico é tombado pelo Conselho Estadual de Cultura.

Uma das singularidades da área é a presença expressiva de montanhas de granito com biodiversidade associada a ecossistemas de encosta, com vegetação rupestre e fragmentos de Mata Atlântica.

Conforme o parlamentar, além do turismo religioso, há potencial para exploração de atividades de geoturismo, agroturismo e ecoturismo e também para a prática de esportes de aventura. O entorno abrange, ainda, um precioso patrimônio histórico com casarões do século XIX.

O deputado acrescenta que a iniciativa pode consolidar novos roteiros turísticos, beneficiando também os municípios de Águia Branca, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Vila Pavão, Vila Valério, São Gabriel da Palha e São Mateus.


Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe