Operação Resguardo II de combate à violência contra mulher realizou 435 prisões no Espírito Santo

Postado em 9 de março de 2022


 

Operação Resguardo II de combate à violência contra mulher realizou 435 prisões no Espírito Santo 1
A Operação Resguardo II teve início no dia 07 de fevereiro deste ano em âmbito nacional – Imagem/PCES

 

A Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (Div-Deam) apresentou, nessa terça-feira (08), o balanço da Operação Resguardo II. Ao longo de um mês, foram realizadas diversas ações de enfrentamento à violência doméstica contra a mulher em todo o Espírito Santo. Ao todo, 453 pessoas foram presas e foram cumpridos 36 mandados de busca e apreensão, além da solicitação de 1.255 pedidos de medidas protetivas.

A operação, que ocorreu em outros estados da Federação, sendo comandada pelo Ministério da Justiça, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Siop), teve início no dia 07 de fevereiro deste ano em âmbito nacional e, nessa terça-feira (08), o Dia Internacional das Mulheres.

No Espírito Santo, quem coordenou a operação foi a Div-Deam. Durante todo o mês de fevereiro, foram realizadas ações de repressão, prevenção e enfrentamento à violência contra a mulher, em 57 municípios do Estado, contando também com o auxílio da Superintendência Interestadual de Capturas (Supic).

Além disso, durante a operação, um ônibus da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), que é uma delegacia móvel, rodou todo o Estado. O ônibus é estruturado com uma equipe completa, que contou com delegadas, escrivães, investigadores de polícia, agentes, psicólogas e assistentes sociais que trabalham diariamente no enfrentamento à violência contra a mulher, de maneira especializada.

Na delegacia móvel, as mulheres vítimas de violência puderam registrar ocorrências, solicitar medidas protetivas de urgência e receber o atendimento psicossocial das psicólogas e assistentes sociais, que são especializadas nesse atendimento. Além disso, foram realizadas prisões em flagrante, cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão.

“Com essas ações, nós queremos realmente chamar a população para entrar conosco nessa luta. Enquanto o ônibus estava parado atendendo as mulheres, nossas equipes estavam rodando os municípios com materiais informativos, explicando quais os tipos de violência e como denunciar a violência. Trabalhamos durante o Carnaval, rodando as praias e dialogando com a população”, destacou a delegada Cláudia Dematté, chefe da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher.

“Fomos em diversas escolas do interior, realizando palestras, orientações, conscientização a crianças e adolescentes. Foi um trabalho de polícia cidadã, de polícia comunitária. É a Polícia Civil, por meio da Divisão, se aproximando da população, pois nós temos que deixar claro que essa luta não é só das mulheres, mas de toda a sociedade”, complementou a delegada.
Ainda nessa terça-feira (08), a equipe da Div-Deam prendeu em flagrante, no município da Serra, um homem suspeito de ameaçar a companheira. Na ocasião, os policiais apreenderam duas armas de fogo e munições. Já no município de Vitória, os policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Vitória prenderam, no bairro Enseada do Suá, um indivíduo suspeito de descumprir medida protetiva de urgência.

A delegada Cláudia Dematté também comentou sobre o Dia Internacional da Mulher. “É um dia de reflexão, de luta e muito combate. Nós sabemos que muito se avançou nos direitos das mulheres e na luta por esse enfrentamento à violência contra a mulher, mas nós ainda precisamos avançar muito. Enquanto existirem mulheres sendo desrespeitadas, ameaçadas, subjugadas, humilhadas, agredidas e mortas dentro da nossa sociedade, a Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, por meio das nossas delegacias especializadas, estará agindo com todo vigor”, pontuou.

“Também é importante sempre ressaltar que violência não é demonstração de amor e que violência contra a mulher é crime. O homem que insistir em praticar violência contra a mulher será devidamente responsabilizado”, complementou a chefe da Div-Deam.

Operação Resguardo

Em 2021, a Operação Resguardo aconteceu desde o dia 1° de janeiro até o dia 08 de março, em todo o Brasil. No Espírito Santo, por meio da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (Div-Deam), foram cumpridos mais de 100 mandados de prisão e mais de 36 mandados de busca e apreensão, em 39 municípios do Estado.


Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe