Polícia Militar divulga os resultados da Operação Colheita 2021

Postado em 28 de outubro de 2021


Nesta quinta-feira (28), a Polícia Militar do Espírito Santo apresentou os resultados da Operação Colheita 2021. Os dados informados têm início no dia 21 de maio – no lançamento da operação – até o dia 17 de outubro deste ano.

Polícia Militar divulga os resultados da Operação Colheita 2021

Nesses cinco meses de ações dedicadas ao reforço do patrulhamento ostensivo nas vias rurais do Estado, a Polícia Militar realizou 1.257 operações e empenhou 3.497 policiais militares em 5.613 viaturas. Polícia Militar divulga os resultados da Operação Colheita 2021

Ao todo, 7.826 pessoas foram abordadas, dentre as quais 31 foram presas – e cinco apreendidas – em flagrante, oito foram detidas através de mandados judiciais e uma adolscente por Mandado de Busca e Apreensão. Por outro lado, foram realizadas 5.405 visitas tranquilizadoras e vários atendimentos preventivos nas regiões produtoras com o intuito de coibir ações delituosas.

Com relação aos veículos, 1.996 automóveis foram abordados, além de 2.112 motos, 21 táxis, 12 caminhões, 16 automóveis de aplicativo e dois coletivos. No total, quatro veículos com restrição de furto/roubo foram recuperados, 134 Autos de Infração de Trânsito (AIT) foram confeccionados, sendo um condutor flagrado alcoolizado.

Em se tratando de apreensões, sete armas de fogo foram apreendidas, bem como 26 munições de diversos calibres e dois simulacros. Os policiais também apreenderam 191 unidades de cocaína, 101 de crack e 13 de maconha.

Sobre a operação 

A Operação Colheita 2021 consiste em um policiamento com ênfase na ação preventiva baseada na filosofia do policiamento comunitário, além do reforço do patrulhamento ostensivo nas vias rurais e de maior interação com a comunidade rural local.

Durante a colheita de café e outros cultivos em terras capixabas, constatam-se um aumento da migração de pessoas e circulação de mercadorias e dinheiro nas regiões produtoras e em consequência a elevação de ocorrências delituosas.

Nesse contexto, a Polícia Militar e demais entidades públicas do Estados, somado a informações da sociedade civil organizada se prepararam para minimizar as consequências decorrente do fomento populacional nesse período.

A execução será entre os dias 21 de maio e 30 de novembro, em 43 cidades rurais do Espírito Santo.

Deixe sua Opinião:

Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe