Sefaz apreende celulares e relógios em loja que emitia notas fiscais falsas

Postado em 14 de dezembro de 2021


Sefaz apreende celulares e relógios em loja que emitia notas fiscais falsas 1
A mercadoria apreendida, toda sem nota fiscal, soma mais de R$ 200 mil.

 

Auditores fiscais da Secretaria da Fazenda (Sefaz) estiveram, na manhã desta segunda-feira (13), em uma loja que foi flagrada emitindo notas fiscais falsas. A irregularidade foi descoberta após um cliente solicitar a inclusão do CPF na nota fiscal, em função de uma compra realizada no início do mês. No local, foram apreendidos 90 celulares e 60 relógios do tipo smartwatch.

A mercadoria, toda sem nota fiscal, soma mais de R$ 200 mil. “No local, vimos que a empresa fazia as vendas pelas redes sociais. Ela não tinha inscrição estadual e utilizava máquinas de cartão de crédito em nome de uma empresa prestadora de serviços para realizar as vendas”, disse o auditor fiscal e supervisor de Fiscalização do Varejo, Fabiano Machado Correa.

Os auditores fiscais também recolheram um relatório das mercadorias vendidas nos últimos meses para calcular as vendas que foram feitas com a emissão de notas fiscais falsas. “O proprietário optou por não acompanhar a fiscalização e foi intimado para comparecer à Sefaz”, acrescentou Correa.

A autuação ao responsável pela loja ainda está sendo calculada. A empresa está sujeita à multa, apreensão das mercadorias e proibição de comercializar, além do processo penal conduzido pelo Ministério Público Estadual (MPES). “Além do crime de sonegação fiscal, está sujeito também a outros crimes, como falsificação de documento, estelionato e até formação de quadrilha, a depender da investigação”, informou o subgerente de Educação Fiscal, Thiago Venâncio.

O sigilo fiscal impede que a Sefaz divulgue nome ou endereço da empresa fiscalizada.

 


Deixe sua Opinião:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe