Semana será de intensificação na vacinação contra a Covid-19 em todo o Estado

Postado em 30 de março de 2022


Semana será de intensificação na vacinação contra a Covid-19 em todo o Estado 1

 

O Espírito Santo se prepara para mais uma semana de intensificação na vacinação contra a Covid-19. Pactuados entre a Secretaria da Saúde (Sesa) com as secretarias municipais de Saúde, as 78 cidades capixabas trabalharão pelo alcance de altas coberturas vacinais. Além disso, nesta sexta-feira (1º) e sábado (02), os municípios também pactuaram a realização de um novo mutirão de vacinação vinculado aos grupos infantil e idosos.

Além disso, a expectativa, segundo levantamento das Superintendências Regionais de Saúde Norte, Sul, Central e Metropolitana é que mais de 50 mil doses contra a Covid-19 sejam aplicadas nos dois dias de mutirão.

De acordo com o subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, a semana, assim como os dois dias de mutirão, serão cruciais para que o Estado possa chegar às coberturas estimadas ao alcance do Risco Muito Baixo em todo o território capixaba.

“Na última semana faltavam menos de 17 mil doses a serem aplicadas e é muito possível que alcancemos esses dados a partir desta semana. Por isso, juntos com os municípios capixabas, estamos mobilizando para que possamos vacinar o máximo de pessoas possíveis. Para o mutirão, teremos ainda vinculados dois importantes grupos que precisamos também garantir uma cobertura ideal, que são as crianças e os idosos, este em especial com as suas doses de reforço, tanto a primeira quanto a segunda”, disse Reblin.

No Espírito Santo, até esta terça-feira (29), 110.229 idosos de 60 anos ou mais se encontram com esquema em atraso para receber a primeira dose de reforço. Além disso, cerca de 500 mil idosos já estão aptos a receber a segunda dose de reforço.

Quanto ao público infantil de cinco a 11 anos, o Estado tem uma cobertura de 44% em primeira dose (D1) e de 13% de segunda dose (D2), e já conta com pouco mais 50 mil esquemas em atrasos para receber a D2.

“Temos uma realidade completamente diferente hoje quando comparamos ao início da Campanha de Vacinação contra a Covid-19, com doses disponíveis a todos os públicos. É uma oportunidade para que toda família coloque o esquema em dia, seja o adulto, jovem, idoso e as crianças e sabemos que quanto mais pessoas vacinadas nós tivermos, menor será a transmissão do vírus”, destacou o subsecretário.

 

Vacinação conjunta contra Covid-19 e contra a gripe para os idosos

A semana, como já anunciado, também será importante para que o Estado amplie a estratégia de saúde pública em prol da aplicação da segunda dose de reforço contra a Covid-19 no público de 60 anos ou mais. A segunda dose de reforço, que já passou a ser aplicada em todo Espírito Santo na última semana, e que também é recomendada pelo Ministério da Saúde, será ofertada durante toda a semana de mobilização e intensificação da imunização nas cidades capixabas.

Além da atualização vacinal dos mais de 110 mil idosos que ainda precisam completar o esquema com três doses, isto é, com a primeira dose de reforço, os municípios também poderão ofertar de forma concomitante a vacina contra a gripe neste grupo prioritário.

“Desde setembro do ano passado o Ministério da Saúde já havia autorizado a vacinação da Covid-19 concomitante a outros imunizantes, como uma forma de oportunizar a ida da população às Unidades de Saúde. A gente brinca que os idosos terão uma grande oportunidade com o início da Campanha de Vacinação contra a Influenza este ano, tomar uma e leva duas. Quem for fazer a Covid-19 e também poderá receber a da gripe, ou vice-versa. É oportunidade de o idoso tomar as duas vacinas e ainda ajudar na cobertura vacinal”, explicou Luiz Carlos Reblin.

 


Deixe sua Opinião:

Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe